Trabalhadores da saúde resistem a ataques dos governos

06jan2015sindsprevRJOs governos de Pezão e Dilma pretendem atacar os trabalhadores pois acham que não haverá resistência. Ledo engano. O ano mal começou e já há manifestações e mobilizações por todo o país contra os planos destes governos. Os Servidores Públicos Federais (SPFs) construíram uma agenda de lutas com atos unificados, passeatas, indicativo de greve, etc. O Movimento Passe Livre já promove e mobiliza atos contra os aumentos das passagens em várias capitais. Entidades que mantém sua independência diante dos governos preparam uma plenária para a construção de plano de lutas na defesa dos direitos dos trabalhadores e do povo. Também contra as demissões na Volkswagen e Mercedes Bens os metalúrgicos de São Bernardo iniciaram uma greve por tempo indeterminado. Esta decisão dos metalúrgicos é muito importante e podemos estar frente ao primeiro grande fato político no novo governo onde o protagonismo é dos trabalhadores em luta. Trata-se de um acontecimento importante: em primeiro lugar porque sinaliza disposição dos trabalhadores de enfrentar a chantagem e a ganância de lucros dos empresários que dominam o país. Em segundo lugar, porque tende a colocar em xeque, de forma mais categórica, todo o discurso do governo do PT.

Nesta semana, a primeira do novo ano, Luiz Fernando Pezão vai a Brasília para discutir com o governo Dilma os detalhes da estadualização dos Hospitais Federais. A reunião será com o Ministro da Saúde, Arthur Chioro. A medida tem como objetivo o aumento do repasse de verbas públicas da saúde para o setor privado através das Organizações Sociais, as chamadas OSs, e Fundações privadas.

Este processo que aprofunda a privatização e mercantilização da saúde é mais uma manobra para dividir os trabalhadores. Estes conseguiram forjar uma resistência e dificultam a implantação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, a EBSERH, nos hospitais universitários e federais.

06jan2015saudeLutaNesta quarta-feira (07 de janeiro), a partir das 18h, no SINDSPREV/RJ, os servidores da saúde federal fazem assembleia geral de emergência.  Sua meta é preparar a necessária resposta ao Ministério da Saúde (MS), que quer transferir ao Estado do Rio os seis principais hospitais da rede federal (Andaraí, Bonsucesso, Cardoso Fontes, Ipanema, Lagoa e HFSE). A assembleia geral de quarta-feira será precedida de assembleias específicas nos hospitais.

“Se a transferência dos hospitais federais ao estado for realizada, será o fim dessas unidades e sua imediata privatização. Isto porque a intenção do governo do Estado é entregar esses hospitais às chamadas ‘organizações sociais’ (O.S.) ou à Fundação de Saúde do Rio’, intensificando o sucateamento já existente nas unidades federais”, afirmou a diretora do SINDSPREV/RJ, Christiane Gerardo, que também critica a gestão do estado na saúde: “basta olhar o que o próprio governo do estado já fez com os hospitais Getúlio Vargas, Albert Schweitzer, Azevedo Lima e Carlos Chagas, entre outros que estão completamente sucateados, além do Hospital do IASERJ e do Hospital Anchieta, duas unidades demolidas, com gravíssimos prejuízos à população usuária”.

“O governo federal em parceria com o governo estadual faz uma manobra em estadualizar os seis hospitais federais entregando a gestão para as OSs ou fundações. Há dois anos a CSP-Conlutas juntamente com Fórum de Saúde vem denunciado os contratos com as OSs que somam por ano 2 bilhões de reais”, afirmou Cintia Teixeira, também diretora do SINDSPREV/RJ e da Secretaria Executiva Estadual da CSP-Conlutas, em reunião no Hospital Federal da Lagoa.

Por isso ainda nesta terça feira já há passeatas de trabalhadores da saúde nas ruas da cidade. Este é o caminho. Fica claro que 2015 teremos mais lutas pela intensificação dos ataques aos nossos direitos. Todo apoio à luta dos trabalhadores da saúde federal e estadual. A unidade com os demais trabalhadores em luta pode garantir a vitória.

Com informações do SINDSPREV/RJ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s