Todos ao 1º de maio contra as políticas de Dilma

01mai2015aA solução para barrar de vez o projeto das terceirizações (o PL 4330) e demais medidas do governo Dilma será dada nas ruas pelos trabalhadores, por isso é importante dar continuidade à mobilização nacional. Essa conclusão permitiu que as centrais sindicais CSP-Conlutas, CUT e CTB que haviam feito várias reuniões após o dia 15 de abril, Dia Nacional de Paralisações, construíssem um programa mínimo para a realização do 1º de maio Unificado.

O Dia Internacional dos Trabalhadores é celebrado anualmente no dia 1º de Maio em numerosos países do mundo, sendo feriado no Brasil, em Portugal e em outros lugares. Desta forma torna-se um dia fundamental para fortalecer uma alternativa dos trabalhadores na defesa de seus interesses.

O Dia Nacional de Paralisações mostrou que a classe é capaz de derrotar os planos do governo Dilma, do Congresso Federal e dos patrões. Tanto o 1º de maio como o dia 15 de abril são passos importantes rumo a construção da greve geral. Só desta forma, paralisando a produção de todo o país, vamos sepultar de uma vez por todas as intenções dos patrões de colocar em nossas costas a crise que eles criaram.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s