As lutas pavimentam os caminhos para a greve geral

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nesta quinta-feira (30), aconteceu o ato unificado das diversas categorias do serviço público federal que estão em greve. Trabalhadores da educação, meio ambiente, previdência, saúde, entre outras, além de estudantes, marcharam da Candelária até a Cinelândia, no Rio de Janeiro, para denunciar o Governo Federal e o Congresso Nacional que aplicam o ajuste fiscal, realizam cortes no orçamento e um conjunto de medidas que só pioram a realidade dos trabalhadores. Como alternativa para barrar esses ataques, apontaram a necessidade da unidade do conjunto da classe trabalhadora, através de suas entidades, para construir uma Greve Geral no país.

Neste momento também trabalhadores das fábricas em várias cidades do país lutam por melhores salários e contra as demissões. Também neste dia dezenas de entidades de representação dos trabalhadores da cidade e do campo reuniam-se em São Paulo, no Fórum Espaço de Unidade de Ação.

Em quanto os servidores da base do ANDES/SN, da ASFOC, do SINASEF, da CONDESEF, da FENASPS, da FASUBRA e de várias outras entidades marchavam pela Avenida Rio Branco, na quadra do Sindicato dos Metroviários de São Paulo ocorria a plenária do Espaço de Unidade de Ação. Mais de 250 pessoas, de nove estados e o Distrito Federal, 65 organizações sindicais, populares, estudantis, políticas e partidárias participaram da plenária sindical e popular.

A manifestação nas ruas do Rio, as greves e ocupações de fábricas ou a plenária sindical e popular tinham uma reivindicação em comum: a defesa dos direitos da classe diante das políticas dos governos e dos patrões. As diversas formas de mobilizações apontam para uma constatação. As políticas dos governos do PT, do PMDB, do PSDB e dos demais partidos da classe dominante pretendem que os trabalhadores paguem pela crise que os grandes empresários e banqueiros criaram. Esses trabalhadores com sua mobilização, suas greves e ocupações afirmam em alto e bom som: os trabalhadores não vão pagar pela crise!

Basta de Dilma, PT, PSDB, PMDB e deste Congresso!

Por uma Greve Geral e uma alternativa dos trabalhadores construída nas lutas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s