14 de junho: Um passo a mais para derrotar a Reforma da Previdência


No norte, no nordeste, em cidades em estados como São Paulo, Minas ou Rio Grande do Sul foram importantes as paralisações no setor de transportes. Os metalúrgicos pararam as fábricas em diversas cidades do país, e esse foi um importante e primeiro recado dado ao governo Bolsonaro que quer nos condenar a trabalhar por 40 anos em um país de desemprego nas alturas com alta rotatividade e informalidade.
É necessário uma declaração pública das Centrais, citando o balanço político das entidades, reafirmando que o caminho se dará nas ruas, com nova Greve Geral se necessário nesse processo de lutas. Leia mais…

Anúncios

Bolsonaro gasta milhões com mentiras. A verdade não cabe em sua propaganda


Mesmo com um anuncio persistente de um déficit fiscal que justificou o corte nas verbas da educação o governo de Jair Bolsonaro gastou 37 milhões de reais em propaganda. Na segunda-feira, dia 20 de maio, o governo federal deu início à nova fase de sua campanha em defesa da reforma da Previdência. A série de vídeos está sendo veiculada em rede nacional de rádio e TV, além das redes sociais e locais públicos como em rodoviárias, nos aeroportos e estações dos metrôs. Leia mais…

Veja aqui o panfleto da CSP-Conlutas do Rio de Janeiro e que ajuda nesse processo de construção da greve geral nos locais de trabalho, de moradia e de estudo. Clique aqui e faça o download.